COVID-19: Felipe Melo liderou iniciativa de redução salarial no elenco do Palmeiras

Em entrevista concedida de forma online, Vanderlei Luxemburgo contou um pouco de como foi a dinâmica para o acordo de redução salarial comunicado pelo Palmeiras. Segundo o treinador, Felipe Melo foi o responsável por conduzir as conversas junto ao elenco para entrar no acordo de diminuição de 25% dos rendimentos.

Publicidade

“O presidente sempre fala comigo. Ele tem dado uma demonstração de como o Palmeiras é grande e como vai passar por isso. Eu falo com o capitão da equipe, que é o Felipe Melo. O documento chegou para eles. Foi uma aceitação unânime que era importante a gente ceder [a redução de salários]. Nada melhor do que retribuir com essa empresa, para que ela passe com tranquilidade por isso”, disse Luxemburgo.

O Corinthians negociou com os líderes do elenco para chegar a um acordo. A diretoria teve reuniões com Cássio, Gil, Vágner Love, Ramiro e Boselli para definir a redução de 25% dos salários. O clube enfrenta dificuldades financeiras e apresentou o maior déficit de sua história (R$ 177 milhões).

O Santos reduziu 30% dos vencimentos dos atletas (sendo 15% não reembolsados e outros 15% pagos com parcelamento após a quarentena). No início o clube chegou a propor redução de 50%, que não foi aceita pelos líderes do elenco.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo