Palmeiras e Miguel Ángel Ramírez não chegam a acordo sobre início e negociação chega ao fim

A negociação do Verdão com o treinador Miguel Ángel Ramírez chegou ao fim. O técnico espanhol disse que só poderia assumir o compromisso após encerrar seu trabalho no Independiente Del Valle (EQU). Esta alteração gerou incômodo no Palmeiras, que não se mostrou disposto a aguardar pelo técnico e encerrou as negociações. As informações foram inicialmente divulgadas pelo site da ESPN e durante uma live do portal Nosso Palestra.

Publicidade

O treinador de 35 anos teve contatos por telefone com o diretor de futebol Anderson Barros, sendo que o bom andamento das conversas fez com que o diretor fosse ao Equador com a expectativa de acertar detalhes de rescisão de Ramírez com o Del Valle. Junto à Barros, foi o vice-presidente Paulo Roberto Buosi, além de um membro do departamento jurídico do clube.

Já classificado às oitavas de final da Copa Libertadores, o Verdão vem de quatro derrotas consecutivas e tem pressa para escolher um novo treinador. Ramírez, que havia entrado na pauta no fim do ano passado, tornou-se unanimidade internamente e com grande aceitação nas redes sociais.

Com o desfecho negativo na negociação, o Palmeiras terá que buscar um plano B. Nomes como Rogério Ceni e Guto Ferreira chegaram a ser citados logo após a demissão de Vanderlei Luxemburgo.

Ramírez entra em campo com o Independiente del Valle para enfrentar o Barcelona (EQU), amanhã (21), às 21h30, na última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O Verdão, comandado por Andrey Lopes, joga no mesmo horário, contra o Tigre (ARG), no Allianz Parque.

Vale lembrar que mais cedo o técnico espanhol deu entrevista coletiva sobre a partida de amanhã da Libertadores, sendo que perguntas sobre o seu futuro foram proibidas. 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo